Curada, primeira paciente diagnosticada com o Coronavírus no Vale do Mamanguape fala à nossa equipe

Com exclusividade, a nossa equipe conversou com a senhora Maria Inês; ela foi a primeira paciente diagnosticada com Covid-19 na região do Vale do Mamanguape.

Marinês como é popularmente conhecida, reside na cidade de Itapororoca e começou a sentir os primeiros sintomas no dia 17/04. No dia seguinte, sentindo cansaço e tosse, procurou o hospital São Luiz na capital paraibana. De lá, foi encaminhada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) dos Bancários e depois transferida para o hospital Clementino Fraga.

Inês conta que não teve complicações durante o tratamento e que foi bem atendida na unidade. Ela afirma ser um milagre, pois sofre com vários problemas de saúde.

Indagada sobre como teria pego a doença, Maria foi objetiva e afirmou ainda ter dúvidas sobre a veracidade do diagnóstico, já que ninguém que a mesma teve contato, foi contaminado.

Ela ainda comentou que recebeu auxílio da Secretaria de Saúde do Município de Itapororoca, e principalmente, de amigos que lhe ajudaram durante o período.

Maria Inês recebeu alta médica no dia 27/04 e aos poucos está retomando as atividades corriqueiras.

Redação Lingua de Aço/Júnior Lisboa 

você pode gostar também Mais do autor