Datena recebe ameaças de morte e rebate: ‘Pode matar’

Apresentador debocha de ameaças contra sua vida: 'Não estou nem aí'

O apresentador José Luiz Datena decidiu falar abertamente sobre as ameaças de morte que recebe ao longo de sua carreira no jornalismo policial.

Ele aproveitou que estava falando sobre o porte de armas no programa Brasil Urgente, e desabafou sobre o que acontece em sua vida.

“Eu recebo ameaça pra caramba, sou ameaçado todo dia. Quer me matar, pode matar. Não estou nem aí, já vivi bem. Eu não estou na idade para usar pistola. Pode me dar 380 tiros se quiser”, afirmou ele.

Datena afirmou que já teve posse de arma. “Teve uma época que eu recebia ameaças pesadas, e cheguei a andar armado, mas eu tinha posse de arma”.

Ainda no programa, ele deu a sua opinião sobre o decreto do governo. “Hoje temos mais fuzil do que pirulito. Tem que desarmar o bandido e impedir o contrabando de armas também”.

 

 

você pode gostar também Mais do autor