no ES: Mulher é agredida e abandonada em estrada; companheiro é suspeito

Se condenado, suspeito pode pegar até 20 anos de prisão por tentativa de feminicídio

Uma mulher de 36 anos foi vítima de tentativa de feminicídio, em Dores do Rio Preto, no Sul do Espírito Santo, na madrugada de segunda-feira (4).

De acordo com a Polícia Civil, a vítima Jane Cherubim foi espancada e abandonada em uma estrada, ela está internada no Hospital de Carangola, em Minas Gerais.

O principal suspeito é o companheiro Jonas Amaral. O delegado responsável pelo caso, Ricarte Teixeira, já pediu a prisão dele, mas o suspeito ainda não foi localizado.

Ainda segundo o delegado, o casal mora na cidade de Espera Feliz, em Minas Gerais, mas neste carnaval estava na localidade de Pedra Menina, em Dores do Rio Preto, Caparaó capixaba, por causa de um trabalho temporário.

De acordo com o G1, a vítima foi localizada pelos irmãos e pelo pai do suspeito. “O irmão contou, em depoimento, que o Jonas mandou uma mensagem para ele falando que Jane não soube valorizá-lo, que tinha feito o que fez porque havia sido traído”, relatou o delegado.

Buscas estão sendo feitas por Jonas Amaral no Espírito Santo e também em Minas Gerais. Informações sobre o suspeito podem ser dadas através do Disque Denúncia 181 ou pelo 190, com sigilo e anonimato garantidos.

O delegado já pediu a prisão do suspeito à Justiça. Se condenado, ele pode pegar até 20 anos de prisão por tentativa de feminicídio.

 

Mulher agredida pelo namorado e deixada nua em estrada já se alimenta

 

O irmão da vítima, Salvador Cherobin, contou ao “G1” que Jane conseguiu se alimentar com uma espécie de massa feita de frutas na noite desta quarta-feira (6). Jane está internada no Hospital de Carangola, em Minas Gerais.

“Com a ajuda de um dos enfermeiros, ela conseguiu abrir um pouco dos olhos e reconheceu a cor da camisa interna dele. Foi para ela um motivo de muita alegria, pois não poder abrir os olhos é algo que a vinha entristecendo muito”, relatou Salvador.

Jane foi encontrada pelos seus irmãos em estrada que leva ao Parque Nacional do Caparaó. Ela tinha sinais de abuso sexual e estrangulamento.

O namorado de Jane, Jonas Guimarães do Amaral Neto, de 34 anos, é o principal suspeito, pois o carro dele foi encontrado próximo à vítima. Ele enviou áudios e imagens durante as agressões para a mãe de Jane e um de seus irmãos. Um mandado de prisão preventiva foi expedido na terça-feira (5) contra ele.

O casal namorava há cerca de um mês e meio. Eles trabalhavam à noite numa choperia. As agressões ocorreram assim que eles deixaram o local, por volta das 2h da última segunda.

 

Com informações Notícias ao Minuto

 

você pode gostar também Mais do autor