Ricardo Boechat, jornalista, morre aos 66 anos em queda de helicóptero em SP

Jornalista era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM. Aeronave bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela Rodovia Anhanguera.

O jornalista, apresentador e radialista Ricardo Eugênio Boechat morreu no início da tarde desta segunda-feira (11), aos 66 anos, em São Paulo.

Ele estava em um helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera e bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via. O piloto Ronaldo Quattrucci também morreu no acidente.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista “IstoÉ”.

Ao longo de 49 anos de carreira, que iniciou no começo da década de 1970, escreveu em jornais como “Diário de Notícias”, onde começou, “O Globo”, “Jornal do Brasil”, “O Estado de S. Paulo” e “O Dia”.

De 1990 a 2001, fez parte da equipe do “Bom Dia Brasil”, na TV Globo, com uma coluna diária marcada pelo humor ácido e pela irreverência. Na emissora, também esteve no “Jornal da Globo”. Foi ainda diretor de jornalismo da Band e teve passagem pelo SBT.

O jornalista deixa a mulher, Veruska, e seis filhos.

O corpo de Boechat será velado a partir das 22h no Museu da Imagem e do Som (MIS), no Jardim Europa, em São Paulo.

A morte do jornalista causou comoção entre políticos, personalidades e jornalistas.

Na manhã desta segunda, Boechat deu uma palestra a representantes da indústria farmacêutica em Campinas, no interior do estado. Ele retornava a São Paulo, por volta das 12h, e deveria pousar no heliponto da Band, no Morumbi, Zona Sul da capital paulista.

Com informações G1

você pode gostar também Mais do autor